Paraná tem mais uma arma no combate à corrupção, mas contra quem?

Informações adicionais

  • Gravata: A Lei Anticorrupção veio para ficar, mas ainda há uma leitura errática da sua aplicabilidade e extensão

O consultor Gino Oyamada analisa os resultados da Lei Anticorrupção, após quatro anos de vigência, período durante do qual 183 processos foram abertos e 30 empresas foram punidas. E comenta a criação recente da Divisão de Combate à Corrupção, iniciativa da nova governadora do Paraná, Cida Borghetti. O anúncio foi feito logo que ela assumiu e poucos dias antes de uma enxurrada de denúncias ligar o governo do estado às investigações da Operação Lava Jato.

Gazeta do Povo: https://bit.ly/2sc2cbJ