Empresas terão que mudar mindset para sobreviver

Informações adicionais

  • Gravata: Gino Oyamada foi um dos palestrantes convidados para o Fórum de Decisores, em Belo Horizonte

Empresas que adotam as melhores práticas de administração e transparência adicionam valor a seus negócios. Longe de ser uma frase de efeito, essa é uma realidade atestada por estudos como o da consultoria McKinsey. “Ouvindo investidores internacionais, pesquisadores apuraram que eles pagariam entre 18% e 28% a mais por ações de companhias comprometidas com uma boa governança corporativa”, registra Gino Oyamada, presidente da 3G Governança, Gestão e Gente.

Oyamada abordou o tema durante o Fórum de Decisores, evento que reuniu em Belo Horizonte, nesta semana, grandes nomes da gestão de empresas no Brasil. O consultor mostrou o valor da governança como estratégia para garantir a alta performance dos negócios, a mitigação de riscos e a longevidade das organizações.

Além de Oyamada, mais cinco palestrantes falaram a cerca de 120 empresários e executivos da capital mineira, no fórum promovido pela Prime Talent e Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC). Foram eles Cledorvino Belini, conselheiro de administração da Marisol e consultivo da Alexander Proudfoot, além de conselheiro de administração da JBS via BNDES; Mário Fioretti, sócio-fundador da KPGroup e ex-diretor de design e inovação da Whirpool (Brastemp, Cônsul, Whirpool e Kitchen Aid); Marcos Mandacaru, superintentende de desenvolvimento industrial da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg); e Salim Mattar, executive chairman da Localiza.

http://diariodocomercio.com.br/noticia.php?id=187760